Conheça o juiz que dá sentenças muito “criativas” aos abusadores de animais

Juiz que dá sentenças muito “criativas” aos abusadores de animais

0 1.545

Apesar de todos nós termos regras em nossos trabalhos, sempre conseguimos manter nossos ideais. Ninguém quer fazer algo contra sua vontade ou contra aquilo que acha certo. Os juízes por vezes têm que tomar decisões que podem mudar a vida de outra pessoa mas esse é seu trabalho, sua função profissional e social.

O juiz Michael Cicconetti não é um juiz comum. Quando ele dá sentenças, ele geralmente as faz de maneira muito criativa, de modo a ensinar os infratores uma lição valiosa.

Sua forma de lidar com os abusadores de animais e pessoas negligentes é única. Desde passar o dia em uma lixeira a uma noite sozinho no deserto, as punições do juiz Mike fazem com certeza com que as pessoa passem a pensar duas vezes antes de voltarem a violar a lei.

Em uma entrevista por telefone, o juiz do tribunal Municipal de Painesville, em Ohio disse que seu primeiro cachorrinho fez dele um amante de animais até aos dias de hoje. O animal de raça cruzada com Dachshund era um companheiro de infância amoroso e ele diz que ele era o melhor animal de estimação que uma criança poderia ter!


Nos dias de hoje, o juiz é um papai de cachorro orgulhoso. Ele tem um Bernese Mountain com 10 anos e se chama Kasey. Ele explicou que o animal foi oferecido por um amigo que estava morrendo de câncer. Essa foi a forma de lembrá-lo sempre.

Seu amor e compaixão pelos animais faz com que Mike tente dar ao abusadores um pouco de seu próprio veneno, mas ele sempre tem presente em sua consciência, que tem que se manter dentro da lei. Ele não pode simplesmente dar punições cruéis e incomuns ou colocar qualquer um em perigo e ele sempre considera a estabilidade mental de cada ofensor. Ele ainda acrescenta que isso não significa que essas pessoas não possam lidar com um pouco de desconforto e constrangimento.

Por exemplo, uma mulher negligente que sujeitou seu patudo a viver na sujeira, foi sentenciada a passar um dia na lixeira. Mike disse na audiência:

“Eu quero que você vá até o depósito do condado, para o aterro sanitário e eu quero que eles encontrem o lugar mais odorífero, mais mal cheiroso, o mais terrível de odor que eles podem encontrar naquele lixão e eu quero que você fique sentada lá por oito horas amanhã. Pare e pense sobre o que você fez com seu cão enquanto você inala aquele cheiro fedorente. Se você vomitar, você vomitou!”

Outra mulher, que abandonou 35 gatinhos no bosque, teve que passar uma noite sozinha no deserto nevado, sozinha (junto com o tempo de prisão e uma multa). Ele disse a ela:

“Você gostaria de ser despejada em um deserto, passar a noite ouvindo os coiotes… ouvindo os guaxinins em torno de você na noite escura e sentar-se lá no frio não sabendo onde você está indo ou como irá obter a sua próxima refeição, não sabendo quando você vai ser resgatada?

A Lei de Goddard, que entrou em vigor em Ohio em setembro passado, torna o abuso a um animal de companhia um crime, que o juiz Mike apoia firmemente. Embora seja um grande passo na direção certa, ele espera que as leis relativas ao abuso de animais continuem a melhorar.

Por um lado, precisa haver mais educação disponível para os infratores. Ele disse que crianças negligenciadas e motoristas bêbados devem tomar cursos obrigatórios como parte de suas sentenças porque só aqueles que prejudicam animais? Ele ressaltou que, embora alguns maus tratos de animais sejam maliciosos, alguns são pura ignorância, especialmente em casos de negligência. Sim, deixar um cachorro amarrado lá fora no calor do verão é incrivelmente estúpido, mas foi feito com má intenção, ou total descuido?

O juiz Mike espera que avaliações mentais se tornem obrigatórias para todos os responsáveis ​​por crimes relacionados com animais. Ele é da opinião que poderia até haver um registro para os abusadores de animais, como há para os criminosos sexuais. Desta forma, os vizinhos com animais de estimação podem ser extremamente cauteloso se um agressor viver nas proximidades, além de abrigos poderem verificar potenciais adotantes.

Embora o juiz nunca tomou uma decisão consciente para começar a distribuir suas sentenças agora famoso, ele disse que ele começou a inventá-las depois de ver reincidentes no início de sua carreira. Uma vez que eles não estavam aprendendo suas lições com multas ou prisão, ele decidiu tomar uma abordagem diferente. No entanto, o juiz não premedita suas sentenças. Ele disse que depois que ele ouve todos os detalhes do caso, ele surge com elas espontaneamente.

Para além de consciencializar as pessoas sobre crimes e suas consequências, ele espera que as pessoas percebam que os abusos e as negligências também são crimes, bem como as pessoas que testemunham devem chamar a polícia.

As sentenças imprevisíveis e inteligentes do juiz Michael parecem dar frutos. Apoie e compartilhe com seus amigos e familiares.

You might also like