S. Chandrasekhar: quem foi e porque tem direito a um doodle

Quem foi S. Chandrasekhar e o que ofereceu à humanidade!

0 93
“Brilha, brilha, pequena estrela, como eu quero saber o que tu és.”

Obrigado a Subrahmanyan Chandrasekhar (1910-1995), porque agora nós sabemos!

Dia 19 de outubro, a Google assinala o 107º aniversário do nascimento do primeiro astrofísico a ganhar um Prémio Nobel de Física(1983) pela sua teoria sobre a evolução das estrelas.

S. Chandrasekhar conseguiu o mérito de publicar o seu primeiro artigo e desenvolver a sua teoria da evolução das estrelas ainda nem tinha completado 20 anos. Outro feito de muito mérito de S. Chandrasekhar foi o fato de com apenas 34 anos se tornar membro da Real Sociedade de Londres e, pouco depois, tornou-se um distinto professor de física.

As honras do físico indiano-americano são astronómicas, incluindo a Medalha Nacional de Ciências, a Medalha Henry Draper da Academia Nacional de Ciências dos EUA e a medalha de ouro da Real Sociedade Astronómica. Embora originalmente S. Chandrasekhar tenha encontrado ceticismo na década de 1930, as suas teorias e equações fizeram com que ganhasse o Prémio Nobel de Física 50 anos depois.


O Doodle da Google de hoje ilustra uma das contribuições mais importantes de S. Chandrasekhar para a nossa compreensão das estrelas e sua evolução: o limite de Chandrasekhar. O limite explica que quando a massa de uma estrela é menor do que 1,4 vezes a massa do Sol, ela acaba por entrar num estágio mais denso chamado “anã branca” quando termina a fusão nuclear no seu núcleo, isto é, quando a estrela morre. Quando esse limite de 1,4 é ultrapassado, uma anã branca pode continuar a cair e condensar, evoluindo para um buraco negro ou explodindo como uma supernova.

Graças a S. Chandrasekhar hoje conhecemos melhor o funcionamento do universo e os investigadores tem melhores bases para fazer o seu trabalho!

Hoje 19 de outubro honramos o homem-estrela cujas teorias universais impulsionam a pesquisa espacial atual e a astronomia moderna em suas ambiciosas missões. Feliz aniversário, Chandra!

You might also like